Conto.

Cabeça girando sonado.
Sem sono apaixonado.
Sozinho como sempre.
Vivendo o que é apresentado.

Prazer, para quem não conhece.
No cosmos sou vigiado?
Desconexo na vida.
Dinheiro afastado.

O que será que agrego?
Desagregado no viver.
Apaixonado no ser.
A muito tempo, coitado?

Usurpando a vida.
Trucidado no passado.
Presente apaixonado.
Futuro sonhado.
Poesia ou cronica?
Esse coração dilacerado.

2 comentários sobre “Conto.

    1. Dr. Omar, viu o post que coloquei falando do Fusquinha de vocês, que achava que precisava ter teto solar, pelo tamanho da família, hehe..abraços e obrigado por comentar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *