Arquivos da categoria: Culinária

Frugivorismo sabe o que é? Não é moda é vida.

Fiz um texto de como era a questão de ser vegetariano a uns 30 anos atras não precisa ir muito longe imaginemos a uns 2000 anos atras algumas seitas e países que eram. Quando me tornei vegetariano restrito e depois crudívoro era visto como esnobe, “coisa de veado” como muitos amigos me rotulavam, as perguntas eram sempre as mesmas:

-E as vitaminas? Você vai acabar morrendo (como se ficássemos para sempre), socialmente era uma tragédia como aquele cara que organizava churrascos comia de tudo agora vira vegeta…perdi amigos por isso, namoradas,  até briga de tapa por ser vegetariano eu sofri, etc, etc.. você é muito radical e eu respondia por não comer carne? por não contribuir para matança de animais? por querer uma terra melhor para os meus e os seus filhos???

Nós restaurantes então perguntar se tinha comida para vegetarianos as pessoas não sabiam o que era ser vegetariano quanto mais o que comiam, hoje ainda temos alguns desavisados, alguns restaurantes traz pratos veggie, mas a 20 anos isso era impossível no Brasil o termo e a pratica Vegan então era quase desconhecida e o termo Frugivorismo então nem pensar, até hoje se falar que é frugivorista relacionam como sendo dono de floricultura ou sei la o que..A mais de 20 anos, me tornei vegetariano da noite para o dia, pum…não como mais proteína animal, açúcar, refrigerante, chocolate, biscoitos, balas, chicletes, manteiga, margarina etc…etc..etc…nunca mais até hoje comi carne, mas confesso que pós uns 6 anos comecei a comer queijo, pós 15 anos um ano bebia álcool, e até recentemente estava novamente bebendo…agora comendo frutas e verduras e legumes crús somente total frugal, frugivorismo voltou.

Esse foi o meu caminhar nunca comendo carne…mas socialmente foi complicada a minha vida, mas voltemos ao post…o que raciocinava na época para ser um vegetariano, um vegano e frugivorista o que eu  pensei na época e o que me levou a ficar no proposito.

Se pegarmos um coelho e colocarmos na sua frente para se alimentar,  leite, macarrão, um grande pão italiano, uma barra de chocolate Suíço e uma grande quantidade de cenoura ele com certeza comera as cenouras,  nós homens somos animais racionais que comemos de tudo que esta a frente,  na índia come-se rato e não se come a vaca, no Camboja come-se cachorros e o rato, e assim por diante de acordo com a tradição do seu local de origem come-se de tudo.

E nós aqui no Brasil comemos nossos cães, nossos gatos e até mesmo ratos? – Não comemos, mas em compensação alguns comem quase tudo que se move e tem sangue vermelho, até ai tudo bem… ou tudo mal, no passado até poderia se justificar morando no campo com os animais ali sendo criado para sua sobrevivência os ovos a tradição enfim, teriam muita justificativas ou não…..a causa de câncer ainda não era medida, no século 19 fumar era um dos tratamentos da medicina para quem tinha problemas pulmonares se não me engano o fumo já foi visto como sinal de status e ainda é até hoje, os adeptos dos charutos Havana com seus destilados é o Must.

O comer o sabor é a tônica comer o sabor, comer a moda, comer com os olhos e paga-se caro. Não vou falar aqui das doenças promovidas por esses “hábitos”de comer animais, e seus derivados, açucares, bebida alcoólica, fumo etc. como fonte de inúmeras doenças.

Um pais cristão que tem a bíblia como regra de fé ou deveria ser assim penso eu a postura dos cristãos, Ali consta a refeição dada ao primeiro homem que deveria de comer os frutos das arvores o que lhe era dado, depois disso somente pós a queda do homem pecando e colocado para fora,  do “jardim’ do Éden é que lhe foi permitido comer folhas, o “alimento” cárneo foi permitido comer por um período pós diluvio por não ter outro alimento sobre a fase da terra por ter sido tudo destruído, e sem o “sangue”, mas levaram as sementes que logo em seguida foram plantadas, uma curiosidade ali próximo a arábia saudita tem todos as espécies nativas do mundo, curioso…nas religiões a carne é vista como algo ruim, abstenção do alimento como um todo é uma pratica para se conectar com o cosmo, com o deus enfim uma condição de purificação.

Adão caiu pelo apetite e o Jesus foi tentando no deserto pelo apetite…, o peixe morre pela boca…

Alguns cultos afros o comer carne é a tônica o que não come até hoje é motivo de gozação. Mas mesmo assim existe momentos em que os adeptos são proibidos de comer o “alimento” cárneo, se abster do álcool e do sexo, como de ir em baladas etc…

Descobri que os que mantem uma alimentação sem a coisa do animal, tem a pele melhor, no sexo são melhores, longevidade, menos problemas de saúde, odores quase não existem, sem chulé, fezes com menos odores, mais disposição etc..

Nosso organismo é diferente dos animais carnívoros, a vitamina B12 falta também para homens que comem carne todos os dias, então ir ao medico para consultar e ver como esta a saúde e seus níveis de B12 etc, é para todos os seres humanos não só os frugívoros mas para todos..

Fico feliz que hoje o numero de pessoas despertas para voltar ao mais natural e para a proteção dos animais da natureza como um todo tenha aumentado, estamos destruindo o planeta chamado ‘nós mesmos”…força e terminação.

Foto:”Fruit Stall in Barcelona Market” por By en:User:Daderot. – First uploaded to en:wiki on 5 Apr 2005.. Licenciado sob CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons –

Jurado desrespeita Vegano, e não leva o meu avental.

MasterChef, ou Master Grosso?

Estreou ontem o programa MasterChef na Band, sucesso em outros países, veem para o Brasil, com uma roupagem simples, e com candidatos, que me comoveram.

Ser Jurado tem que ser Grosso? Tem que passar medo? tem que fazer cara de Maus? Tem que ser pedante? Desrespeitoso? Partidário?

Cozinhar é um ato de AMOR, acima de tudo.

Enquanto isso um jurado do programa, um senhor Francês com seu terninho quase espirrando, ou melhor quase uma salsicha estourando, foi o que mais me marcou ontem, poderia a Band Lançar o MasterGrosso, ai sim teriam encontrado o jurado perfeito, ou melhor o Hiper, mega, MasterChef da grosseria e da falta de educação. Se ele cozinha com essa sensibilidade, coitado de quem come a comida que faz, seria ele o deus ?f_264878

 

Vimos que de Master ele tem mesmo é a grosseria, um candidato, vegano, detonou com ele, um MaterChef Vegano, diga-se de passagem, acredito que o Francesinho, nunca tinha escutado nada do que o candidato com amor levou para o programa, com a intenção de mostrar ao mundo que existe sim, alimento saudável que pode ser feito  e preparado, para a melhora da saúde do ser humano. No conceito do Francesinho, cozinha é a que sangra, que esquarteja, e a que embriaga, com muita crueldade.

Chegando ao ponto de se recusar a experimentar o prato que o candidato lhe ofereceu alegando que não se “sentia seguro em comer o alimento”,  A outra jurada, então “gritando”, ei, você esta fazendo  um purê, isso não é suco, coloque água…mas logo em seguida ele pega um pano e colocando tudo que foi batido, dentro de um pano que usa para espremer e coar,  tirando todo o “suco”,  deixando o restante da poupa no pano, simples assim…

Lindo isso, ela ficou com cara de espantada, nunca tinha visto pelo jeito fazer um suco, dessa forma, portanto o candidato trouxe surpresas para os MASTERS, mas o simples o saudável e o antigo..não tem valia para os “chefs”

Ele como jurado e com o titulo de MasterChef, nos mostrou sim um Inconveniente, e sem a compreensão quanto ao alimento saudável, simples e sem crueldade, sem o Sangue Vermelho dos animais.

Entendo ate´que ali, é um tipo de alimentação e um concurso para carnívoros, até admito ele comer e esquartejar o animal que ele comprou etc, mas como expectador e Vegetariano, repudio a sua GROSSERIA.

Como jurado do programa deveria experimentar o prato e dizer que foi o pior prato que comeu, mas nunca usar de seu posto desmerecer um que visivelmente sabe mais  do que ele, sobre veganismo, e todo o seguimento de comer  sem crueldade e com entendimento.Como julgar sem comer? O por que do estigma? Ali teria que ser julgado pratoscomo que amendoim, cenoura, gergelim

Perde a Band, com certeza a audiência de vários,vegetarianos, veganos, e todas correntes que cozinham sem crueldade.

Com certeza o rapaz não deve estar magoado, pois sabe que fez o melhor e mostrou coragem, conhecimento.

Desnecessário, esse senhor no programa…grosseiro, sem graça, desmerecendo a comida saudável, fazendo o sinal da cruz, sera que ele faz isso em seu restaurante quando tem um animal, morto e ensaguentado no prato de seu cliente?

 Antoine Beauvilliers, deve estar revirando no tumulo, com certeza..

Marie-antoine Carême, tido como o “cozinheiro dos reis e rei dos cozinheiros”, com certeza daria o titulo para esse senhor jurado de “O grosso dos jurados …De MasterChef ficou claro que nunca estudou sobre o que o candidato  lhe “explicou”,  Esse chefe deve achar que sabe juntar peças mas não sabe o que elas podem ocasionar no seu organismo ocasionam, já não era de ser um “Chef”, completo?

Como deu para notar, ele sabe juntar dois bichos no prato com rabanete, agora, não sabe nada sobre alimentação Sem crueldade…EU NÃO ENTREGO O AVENTAL PARA ELE.

Seigneur chef, d’apprendre et de disparaître, au revoir.