Arquivos da categoria: Amor ou Desamor

Hora amor, hora desilusão portanto …ore.

Chupou e jogou fora o bagaço.

Ela abandonou o amante talvez por ele gostar tanto dela.

Ela continuou com o outro talvez por gostar tanto dela.

Ela continuou com o dinheiro por gostar tanto dele.

No final das contas aqui não se tem problema com o amor.

No final das contas aqui é só uma questão do sujeito.

Quem se sujeita a tal coisa, no fundo o dinheiro é o sujeito.

Não precisa-se ter predicado e nem rasgar o verbo

Não se rasga o verbo e muito menos dinheiro.

Já o coração…esse esta rasgado não se tem preço.

Tudo é uma questão de preço e não de apreço.

Nessa eu nem apareço afinal de contas. Sou somente contas.

Despesas pesa no relacionamento.

O preço de um amor é o mesmo de uma marmitex.

Com laranja de sobremesa, chupa-se e joga fora o bagaço.

O restante engole pois gosta do meu sabor.

A minha cara ( eu sou barato )metade da laranja outro deve estar chupando…como sempre.

 

 

 

E no balanço das horas?

Quando sou flor você é faca, do que adianta?

Quando sou espinho você é faca, do que adianta?

Quando sou eu você é faca, do que adianta?

Quando penso que tudo caminha bem, você corta a minha, do que adianta?

Quando digo agora vai você não veem, do que adianta?

Relógio que atrasa não adianta, do que adianta?

Quando você diz eu te amo, do que  adianta?

De quando em quanto você se adianta e adianta somente para você.

Para mim do que adianta, te amar?

Para você já adiantou ter meu amor, agora do que adianta?

Relacionamento se arruma sem amor sem rumo eu rumo ao nada.

Relacionamento se arruma se conserta amor não precisa de conserto.

Se não tem jeito de se arrumar era relacionamento ai não adianta.

Do que adiantou o passado? Passado não se adianta passado passou.

Futuro não se adianta e para o presente? Do que adianta.

Sem amor não adianta. Quanto tempo esperarei o amor?

O amor me engana sempre…sera que é amor?

Amor você esta me enganando ou eu estou enganado?

Sempre enganado, você me engana ou você se engana?

Ledo engano…ledo engano. Todos são enganados, até o amor.

De quantos em quantos anos passa o amor em nossas vidas?

Cometa não cometa esse engano…ou eu me enganei?

Cometa loucuras, mas com amor…sem amor é um cometa.

Prefiro então não comentar sou um poeta…eu amo.

 

 

Minha taça na mão direita.

Fui embora mesmo estando junto me distanciei de você,

Não lhe digo aonde fui, não trago mensagens de lá.

Aqui não tenho noticias suas mesmo estando ao seu lado,

de lado fui colocado, fui trocado sai do lado do coração,

para o lado onde não se brinda onde a dor infinda,

cansei apaixonado me viro de frente você me deu as costas,

eu avesso do avesso, avesso a discórdia você avessa a prosa,

sigo e  desconverso em verso você é prova, me reprovou

sem verso e sem prosa, um universo a sua moda, ao seu jeito

Me sucumbi aos seus encantos e da mesma forma me sucumbiu aos cantos.

Sigo na poesia ela me aceita e esta sempre comigo uma companheira fiel.

Preciso mais?

Quase me esqueço de ti nos versos, mas vou dizer que sempre esta a minha mão como uma taça de campeão ergo o vinho da dor e da solidão, minha ceia da solidão, sem pão.

O fermento do ódio fermentou a relação…melhor não relacionar melhor não..melhor não brindar…melhor não, meu lado esquerdo esta destruído, e brinda com a direita…melhor não…melhor não… e eu pensando que o amor era eterno.

Eterna é a morte de tudo de todos, logo passa…logo passa.

A morte esta ai, uma a mais, outra a menos, não muda o curso da vida. se as pessoas não mudam eu fico mudo, me calo..

Musa me abusa me usa.

Tudo se resume na falta de razão,

o inexplicável é o que assume,

essa nossa relação.

Cheia de paradas, inúmeras até anunciadas

outras inesperadas,

Seguimos nessa pegada amando pelas beiradas,

As vezes a beira do precipício gritando e em outras

sem dizer nada com a boca fechada.

A calada da noite e na madrugada não serve para nada,

nossa jornada difere de tudo da vida programada.

Rimas e versos para amada não me programo mais em nada.

Sou o seu programa e você minha amada.

Sozinho tomo o vinho,  seus aromas não supera a do perfume,

no lençol de linho.

Fecho os olhos e vejo, respiro e sinto, respiro e vivo, VOCÊ.

 

 

 

Mil alegres com os Mil milagres.

 

O sudário ficou em suas mãos agora amam o tecido.

Sem amar ter sido o amor teceu e fez a sua parte.

eles rasgaram suas vestes o tecido torcido ali aparte.

Em seguida partiram-se os corações não rasgaram seda um  para o outro

Sendo Assim Tão cedo não se perdoaram, não mão ficou um botão.

Embotado esta o coração, naquela casa resta o vazio.

Soltou o soutien aliviou o peito que segue com dor.

Na procissão até o andor de barro verteu lágrimas de sangue.

Vermelho carmesim a dor é tão forte como a cor.

Como a frieza que se come o prato da vingança.

Me alimento de esperança que nesse caso é a única que morre.

Vivo estão por fora e mortos por dentro, ocos tal qual a imagem do andor.

Por cima sobrevoa o condor e lá em baixo com dor segue a procissão.

Amantes errantes suplicam hoje assim como antes a nossa senhora dos navegantes.

O barco afundou a crise aprofundou e o amor findou.

E segue a procissão, amantes cegos de amor a procura de um milagre.

Achei você parece um milagre, só não vê quem não quer.

 

 

Amoral da amora de quem foi embora.

Os rompantes são inimigos dos roupões. Os roupões não se sustentam  lado a lado com rompantes.

A vida por outro lado  prega peças a sustentação  da vida, do amor , das amizades esta naquilo que pregamos nos exemplos que damos e sustentamos com equilíbrio.

Você pender para um lado ou para outro mostra que não é confiável,  faz com que  você e o seu parceiro estejam sempre na corda bamba.

A destruição promovida por um terremoto não é a mesma que um relacionamento estremecido, podem buscar o quanto for que não terá sobreviventes.

Um relacionamento não sobrevivi sem o amor, já com amor pode vir o terremoto que for ele estará fortalecido.

Descaso? de Dez casos? Não precisa, o meu caso já serve para exemplifica o Desprezo por alguém que ficou preso na relação. De cada dez presos não se tira um que tenha amado como amei e ficou preso na cela dessa relação que você selou com sua sentença.

Indiferença isso sim faz a diferença daquele que ama, sofre chora a qualquer hora, mas como diz o ditado: O amor é como a fruta da amora só com outro que vai embora.

Apanhei Dez amoras verdes e estou passando no meu coração ainda bem que esta na época.

A nódoa de seu perfume continua na fronha,  já a nódoa do seu amor essa não existe não gruda, não grudou…amor falso só mancha e borra maquilagem, a arvore do amor é a amoreira a da mentira não dá frutos.

Sou um jardineiro medíocre.

 

Sou amado.

 

E eu que achava que nunca tinha sido amado… Agora não acho mais sem “achismos” tenho essa certeza, de onde tirei isso? Ora… Bolas hoje sabendo que sou amado.

-Porque me ama tanto assim? Eu te pergunto.

Agora tenho certeza que sou amado deixei o ‘achismo”, melhor do que saber que não era amado e saber que aprendi a me amar e isso devo a você.

Me amar não é fácil acho que mais difícil para os outros, eu como não sabia nem me incomodava.

É difícil ser amado, estou aprendendo… Ser amado requer muita atenção e  deixar de ser,

o que não é.

Uma equação estranha deixar de ser o que não é. Como é que eu sou o que não sou?

Pois é.

-E Não me responda com: O Eu sou o que sou.

Estranho são as entranhas de mim, se é que posso chamar essas coisas estranhas de Eu.

Olhando para mim sou isso, seu olhar para mim é aquilo… Aquilo que achava que nunca tinha tido e hoje tenho certeza.

Por que me ama tanto assim?

Mesmo assim… eu sendo assim,  ama assim mesmo eu sendo….Eu.

Como sou amado, agora começou e se começou não tem fim.

Durma com a Deusa.

 

 

Amor verdadeiro é Pleonasmo: Você me ama?

Entrei pra dentro quando começou a chover
Ele teve uma surpresa inesperada.
Você tem que encontrar outra alternativa para esse problema.

Na fronteira do ser encontramos novamente o famoso lobo tentando passar agora não mais com a pele de cordeiro mas como uma centopeia e são muitos os disfarces para tentar enganar o outro e a sua própria fronteira, afinal conheceu somente sacanagem e entende que palavras podem enganar os que vivem “fronteiristicamente” com ele, entende que amar é burlar de uma forma ou de outra…esses lobos com pele de cordeiro entende que amar é estar hora em um território e outra hora em outro e mais outro…cruzam assim a fronteira do ser e do amar.

Na fronteira do ser, alguns batem de frente, alguns se limitam ao seu território, na fronteira alguns justificam querer passar por que tem parentes do outro lado outros por que tem amigos do outro lado,  que vão a um casamento e esquecem de viver no seu próprio território, não vivem o amor falam sobre ele, discorrem sobre ele mas é tudo falso, os contrabandistas do amor chegam a fronteira do ser com sua mercadoria falsa e tentam burlar a fronteira.

Na fronteira do ser pessoas tentam contrabandear o amor, na fronteira do ser pessoas levam emoções e justificam que o que esta ali é o amor puro…mas não passa de uma copia grotesca do sentir:  falso e vazio, na fronteira do ser tentam passar a muamba do Ser, do amar, verdadeiros contrabandistas daquilo que não sente e não conhecem simplesmente por que querem burlar o outro, fazer o outro crer naquilo que eles não tem.

Contrabando, contra um só é a mesma receita…uma hora é pego e esse amor de mercado paralelo ao ser com esse amor pirateado, seguira nesse caminho de tantas outras atitudes falsas.

Uma hora Sera incinerado…

Amor é e sempre sera original, não cabe copias e falsidade.

O ministério do amor adverte…Cuide bem do seu amor.

Não procure coisas para fazer em um outro território, não minta na fronteira do ser.

Não existe amor fora da verdade…

Alguns tiram passaporte para o  amor , viajam em busca de entretenimento e sabe-se la mais o que.

Quem ama na fronteira do ser, não precisa de passaporte, quem ama na fronteira do ser, não usa peles de raposas de cordeiro…quem ama sente na própria pele…e DÓI.

Troco o seu toque pelo que me toca.

Toc…toc..toc

Não me toque..não me cutuque, não curto, sou grosso e longânimo.

Não me toque…o lençol, troque o lençol, troque o toc pelo carinho.

Toque tem toque no não me toque? As vezes ela se toca.

Eu sei como tocar, eu sei como dançar eu sei como rodopiar.

Tocar sem toque é o que me toca. Vê se si toca.

Eu me toquei quando você me tocou na alma.

Eu fui tocado quando entocado me vi livre.

Deus me livre: do toque, do toc, do cutucar.

Você me penetra de penetra…ação tem no penetra.

Sinto que me toca. A distancia me toca.

O sorriso me desmonta.

Sem projeto de vida…

O amor me constrói e eu sei ele é de arquiteto.

 

Vistas nas Vistas, boca na boca

Não consigo esquecer o seu olhar, quando tudo esta ruim basta olhar para seus olhos.

Posso perguntar milhares de vezes se me ama e mesmo a resposta sendo que não…eu só vou acreditar se o seu olhar me disser isso…o olhar com certeza fala mais que as suas palavras.

Tem momentos que as palavras não expressam já o olhar fala alto claro ao coração.

Dizem ser a janela na alma, ou a porta…o coração seria o que nessa altura?

Ao olhar em seus olhos me vejo em seu olhar eu caminho até o seu coração, ele não consegue mentir para mim…eu para ele, o pacto foi firmado no olhar.

A respiração me faz perder o fôlego, o olhar me fala, seu suor me soa bem, sua companhia me faz bem, acho que esta tudo trocado e mesmo assim não te troco sem troco.

Eu quero te dizer mas só olhando nos olhos que posso te falar o que tenho para dizer, somente pessoalmente.

Pergunta qual a parte do meu corpo que você mais gosta?- Se fizer essa vou dizer os olhos. -Mas um dia você disse a boca, lembra?

-Sim disse, mas agora estou querendo te dizer que te amo…

-Mas antes dizia também que me amava e me beijava…espera agora me lembro antes olhava para minha boca e agora você tem olhado mais para os meus olhos…

Mas, por que mudou? Porque  eu pensava mais em mim, pensava mais no meu olhar, no que via, hoje penso mais e ouço mais o que tem para me dizer com seus olhos.

-Agora estou confusa, acredito que esta em duvida, como pode mudar o “olhar”?

-Eu não mudei o olhar você que mudou.

-Eu que mudei? como assim, eu que mudei?

-Viu como não consegue ouvir o que falo e não acredita no que digo com as minhas palavras, eu parei para ouvir os seus olhos, por que não escuta os meus?

-Agora você me fala sempre e grita e se pergunta como fui gostar de um cara chato como você? E o pior duro, sem dinheiro, chato o pior de todos?

-Não dou mais ouvidos ao que sua boca diz, escuto o que os seus olhos me falam.

-Por isso me ater mais aos seus olhos.

-Nossa como você realmente é chato…como fui gostar de alguém assim como você?

-Olha aqui quero te dizer uma coisa, já deu…vire e olhe aqui…isso…isso.

-Agora me beija..me beija…

-Viu como você gosta mais da minha boca?

-Seu olhar que pediu que te beijasse…eu gosto mais do seu olhar, ele quem manda no seu coração…já a sua boca…

-Para de falar e beija…fica quietinha.

-Putz, agora fechou os olhos…como que a janela da alma quando chego perto se fecha?

Bom como ela não esta vendo mesmo, vou dar uma olhadinha na boca.

Realmente essa mulher é complicada…deixa eu beijar logo.

-Sera que ela não percebeu que gosto de tudo nela?

-Meus olhos dizem tudo…

De repente, abre os olhos e me olha, eu fico ali esperando …agora ela me diz um eu te amo, ou será o  seu beijo é demais…na expectativa, minha respiração muda a minha pupila se dilata, ela aperta meu braço e com um tom mais alto, acima do clima, se é que me entende….E ela diz:

-Amanhã sem falta vamos ver “essa coisa dos seus óculos

Agora, olho fundo nos seus olhos e digo:

-CACETE…cala a boca e me beija…

-Ta vendo estava te olhando agora mesmo nos seus olhos,  você gosta mais da minha boca….e outra não gostei que você gritou comigo, você é um grosso…

Puxo para meus braços e ela continua a beijar…

(entende agora por que gosto mais do olhar?)

 

 

De pata para ganso, voce não Cansa?

De fato e de direito quem paga o pato é você, e isso me cansa

Como vc não cansa? comigo faz sexo com a pata, sempre pisa em mim, pisou fhodeu.

Piada é para galinha, não empata sempre quer ganhar, acha que ganha parabéns novamente o amor perdeu, assim como eu,  pisou fhodeu.

Quirela é o que me alimenta, quisera eu me alimentar somente de prana, mas me engana que não gosto.

Voltando ao assunto e mudando de pata para ganso, estou com a pata cortada, não consigo mexer direito o anelar, mas consigo erroneamente apontar com indicativo, indica que no mínimo me culpas ou eu te culpo, digital de nosso relacionamento com o pequeno polegar me dá um like do tipo, me aguarde, valeu…vai aguardando, eu não espero não aguardo mais nada, nem rancor guardo mais pois espero de tudo.

O seu caminhar na vida, com passos curtos e rebolado fazendo um bailado um ballet hora   baila como o cisne branco e andas como o negro, eu não como, mas já comi com a”pata”, Até ontem eu sempre pagava a pato e você as contas, eu perdi as contas de quantas vezes me destruiu, isso com certeza vai querer tirar do texto, mostrar um novo contexto, com cabeçalho que começaria mais ou menos assim:

Eu atesto que gozo de perfeitas faculdades mentais, que falo a verdade somente a verdade, nada mais que a verdade.

Que alem do gozo não representas nada mais para mim.

É a minha verdade e não minto, o senhor diz que “pagou o pato” ?

Grande mentira eu quem pago o PATO LOGICO.

E assim ela seguiu tendo a razão e ele não consegue hoje nem pagar o pato.

Pisou tanto que fhodeu…diria o pato.

Já a  ALIÁ quando ouviu essa historia, ficou com ciumes onde já se viu o seu marido fazer sexo com a pata?

Eu novamente pagando o pato…pode pendurar mais uma?

Finalizamos com a mentira da “Pata lógica”

Trident Dissabores artificiais, acaba logo o gosto.

 

O  amor  perde o sabor se torna clichê.

De clichê em clichê vai se vendo o amor desaparecer.

O que estava no começo grudado é somente sombra do passado.

O chiclé é igual ao amor  se tem amor é Chiclé.

O chiclé perdeu o sabor então acabou, assim como o amor.

Mastiga, mastiga…não instiga, castiga.

A saliva na boca do chiclé,  não é a mesma quando se quer.

O amor pode ser ditatorial,quando te quer, teria sido o de Pinochet por alguma mulher?

Tem como esconder que não gosta mais? Não goza mais do prazer de ter a pessoa ao lado?

Deixou de lado a outra pessoa por prazer? Ou nem isso mais tem?

De clichê em clichê vejo a vida passar e todos se …perder, o amor se acabou.

Chiclé com sabor por favor, mais amor por favor, se acabou não era amor.

O amor é pra sempre, eu te amo por toda vida, eu Juro:

Na saúde e na doença…eu te amo.

Trident  vários sabores.

Amor a Trident, três dissabores amargos, clichê que já perdeu o meu.

Alguém sabe onde foi parar?

Putz até tu Romeu?

Antes ele do que eu.

 

Fala de amor para mim.

Imaginem vocês a dificuldade para um escritor ter que sempre fazer uma nova historia , retratar um novo amor, ou descrever o amor de um casal? Agora imaginemos esse mesmo autor tendo que fazer e se declarar para seu amor, por anos a fio. Nem sempre a musa gosta, horas ele descreve sobre o cabelo e diz: Eu gosto de cabelo crespo, encaracolado, não faça nada com ele, e declara…ela pelo seu lado gosta de deixar o cabelo liso e não gosta do cabelo crespo e cacheado e não acredita que o escritor possa estar falando a verdade.

Outra hora ele descreve a boca os dentes, a beleza que existe neles, mas como já citado acima a musa não acredita. Fala até que gosta de sua silhueta ela novamente não acredita. Ai vai falar das estrelas que o seu amor é maior até que as estrelas, que somado com as areias do mar, e tudo mais que ela possa querer somar, ela continua não acreditando. Seria o Poeta o maior mentiroso do mundo? Seria ela exigente demasiada? seria ela insegura quanto a sua pessoa? seria ela má? seria chata?

Ele não se importando continua a declarar seu amor sua paixão, por tempos e tempos, não importa para o escritor ou poeta o que ela acha, entende que para cada recusa ou reclamação ele contribui para  melhorar o mundo e todo o sistema, ela não se apercebeu que ele só é poeta por que ela existe.

Ele só escreve e se manifesta porque ela existe, ela não entende que sua boca seu olhar foram feitos para atrai-lo e faze-lo com que ame ainda mais, a insegurança que tem a musa é a mesma que o poeta, estando de lados opostos. E qual a certeza que temos na vida? Se tivesse a certeza o poeta não seria poeta mas sim um matemático.  Já a musa não seria musa se não fosse insegura, seria uma utopia.

E se o poesia fosse matemática, com certeza o resultado seria infinito. Pois de finito só existiria ela mesma:  A poesia,  talvez as estrelas acompanhasse o mesmo resultado, dessa contagem, finita.

Já a persistência do poeta,  demonstra o amor INFINITO, por meio de coisas e ações finitas. E ele terminaria sempre assim os problemas e as equações da vida.

– Aqui termino o meu verso, a minha poesia, que começa em você dai para frente, não consigo mais medir, tem tamanho o AMOR?

Assinado:O Poeta que te enxerga com os olhos do Amor, seus cabelos são lindos, amo sua silhueta sua boca seus dentes, até a sua insegurança, pois sou Poeta e você a musa…não tem como mudar ….GRUDOU.

login.

Escreve alguma coisa para mim? fale ao meu coração, aos meus ouvidos, fale não se cale.

Mais que falar, um dia aprende-se que o ouvir com os olhos, fala mais alto do que o sonhar

Falar, escrever, ditar, tem um peso menor mas é grande para quem gosta de ouvir.

De tanto ouvir alguns hoje já não escutam, por isso gritam.

Alguns são audiovisuais entendem somente o que escuta se é que entende.

Há línguas mal faladas, Existem línguas malditas, benditas existem,  línguas e línguas.

Estão a milhas e milhas, algumas até humilham, outras beijam até blasfemam.

O problema esta no falar? Penso que não…Esta no ouvir? Penso que não.

Esta no amar, quem nunca foi amado, não escuta, não sabe falar não sabe sentir.

Mas é fácil e difícil se você não consegue ouvir, falar ou sentir, sabe qual a SENHA?

AMAR.

Falar antes com amor, ouvir antes com amor, dar o testemunho único e verdadeiro.

Alguns já são caridosos, alguns ajudam se doam, mas são vingativos, rancorosos.

Frutos do espírito que Paulo cita, como: domínio próprio, mansidão, paz, benevolência,

São frutos, que podemos colher mais ainda que temos que produzir.

Gratidão eu tenho, consigo enxergar, consigo reconhecer, mas as vezes não me conheço.

A necessidade do outro mostra que não estamos bem, e que nos falta algo, insegurança.

Viver e deixar viver um dos passos dos A.A e dos N.A, de todos os “As”.

Se o  outro resolve fazer algo o problema é do outro,  amar esta acreditar, se o outro,

Uma coisa é nossa insegurança, outra a que o outro nos imprime e a pior a que nos oprime

Amar nem sempre é ter carinho, amar nem sempre é sexo, amar nem sempre é falar, amar.

A mar e a terra o sol e lua o fogo e o ar.

Eu perco o fôlego só de falar,

me enterro de tristeza,

queimas mais que o sol,

me direciona nas trevas como luar.

És os cinco elementos a pulsar.

Essa é Senha… amar.

 

 

 

Amor de cão, no mundo cão.

O amor de adestrador pelo adestrado tem que existir, alguns fazem somente profissionalmente, pegam o cão geralmente acima dos 4 meses e de acordo com o dinheiro empregado ele faz as seções.

Amor de adestrador é aquele onde a pessoa faz do outro o adestrado, dando -lhe recompensas se esse o obedecer senta, levanta, deita…Morto, parabéns ganhou um agrado e um biscoitinho para cães.

Nunca parte deles o amor, tem que ser sempre do outro e se o outro demonstra obediência aos comandos ganham um afago, promessas de amor e tudo mais.

Mas ai daquele que contrariar os seus desejos e ações e querencias o açoite é quase sempre presente, e os piores são os que te tiram os biscoitos, e as promessas, esses são os piores fica claro e nítido essa postura em pessoas que dizem amar, amam se o outro amar…elas mesmos não conseguem dar de bom grado…doação somente com merecimento…

Quem ama…faz sem condições e sem condicionamentos,  se doa. Já o que quer que doa no outro, não ama.  adestra.

AU…au au au au …