O dia do Senhor.

Onde esta você, onde esta alguém no domingo?
todos fogem o amor vai junto, cadê a namorada?
Acordar tarde, ou a tarde, nada passa que roubada.
Onde esta você, onde esta a madrugada
Ninguém na sala, cadê a sala? ninguém comigo.
Onde esta você, onde se encontra no domingo?
Segunda, terça, quarta, quinta, sexta, sábado roubado
Domingo, dormindo, sem estar acompanhado, procuro no rua.
Procuro no sol, com certeza a noite, estará nublado,
Antes chuva torrencial, do que chover no molhado.
Chover no molhado, repete um ciclo desacompanhado.
Companhia novamente das estrelas me veem a mente.
Sentimento, sente…chuva, chove, domingo sem noção
cravado pelo solidão, mulher amada, choro na enxorada.
Levado para o solo, com dor e repetição eu choro.
Meus reservatórios estão em estado critico,
Racionei o choro, no domingo, racionado espero estar ao seu lado.
Sei que é sonho de um apaixonado, estações sem chuva,
Estações chuvosas, são as águas de março fechando o verão,
Minha Guarapiranga secou, sem o seu amor, represado novamente
estou no domingo, sera que consigo, e´castigo, desesperado eu vou.
o poeta ja dizia:
Cuspe de mosca asa de Barata torta. Aguardo o fim do domingo,
na Segunda ela volta. Dor de cabeça…cansada, sigo nessa
Estrada, sem volta, ou retorno, e sem consolo, represado cansado
Solidão a dois, quero ficar quietinho no meu cantinho, sozinho,
Inho, inho, inho..prédio rosa, sem nuvens, sem chuva.
Meus olhos secos, coração sem você, deserto urbano,
Cactus sem flor….areias da solidão, silencio que doí os ouvidos.
Uma hora meu jardim vai florir, te espero com sorriso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *